Início / Dente do Siso / Pericoronarite – Inflamação da gengiva que circunda um dente do siso

Pericoronarite – Inflamação da gengiva que circunda um dente do siso

banneradsense2

A pericoronarite é um processo inflamatório que aparece nos tecidos moles ao redor da coroa de um dente parcialmente erupcionado, sendo tipicamente observada  nos dentes do siso ou terceiros molares, em especial os inferiores.

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico é feito por um cirurgião-dentista que por meio de uma avaliação clínica observará se existem regiões de inflamação gengival em algum dente parcialmente erupcionado. Como na imagem abaixo:

pericoronarite

CAUSAS

  • Acúmulo de restos alimentares e bactérias presentes abaixo do tecido gengival que recobre a coroa.
  • Estresse e infecções por vias aéreas superiores (Amigdalite e Faringites) podem ser fatores predisponentes;
  • Afecção resultante de contínuos traumas ocasionados pelos dentes que estão em contato direto com a mucosa afetada, deixando a gengiva edemaciada. Quando o edema aumenta, a mesma fica mais susceptível aos traumas.

SINTOMAS

  • Dor intensa na área de inflamação;
  • Gosto ruim na boca, devido ao vazamento de pus da gengiva;
  • Incapacidade de fechamento das arcadas  devido a presença de edemas;
  • Dor irradiada para a garganta, ouvido, ou soalho bucal;
  • A região afetada encontra-se edematosa e eritematosa;
  • Linfadenopatia cervical;pericoronarite 2

Em casos mais graves, também pode ocorrer:

  • Febre;
  • Leucocitose;
  • Mal-estar;
  • Aumento do volume da face;
  • Dificuldade para deglutir.

TRATAMENTO

  • Lavagem cuidadosa sob o capuz gengival com antissépticos para remover restos alimentares grosseiros e bactérias;
  • Antibióticos sistêmicos são usados quando forem notados febre ou sintomas gerais.
  • O paciente é instruído a fazer bochechos com água morna e sal / água oxigenada 10 volumes e retornar em 24 horas.
  • Em casos mais graves ou recorrentes, recomenda-se a o dente pode ser extraído se sua manutenção a longo prazo for contraindicada.
  • Se a manutenção do dente for desejada, o capuz gengival é removido cirurgicamente, seguido da eliminação de todos os restos alimentares e colônias bacterianas por meio de uma curetagem minuciosa completa.

Fonte de Pesquisa: Patologia Oral e Maxilo Facial – Neville

Veja Também:

COMPARTILHE ESTE ARTIGO:

Comente Aqui!

Comentário(s)

Sobre Dr. Daniel Moreira de Bulhões

Cirurgião-Dentista graduado em Odontologia pela Universidade Federal de Alagoas- UFAL. Empresário e sócio proprietário da MOLART, loja de presentes exclusivos e criativos para dentistas. Ex-bolsista CAPES nos Estados Unidos durante o “Brazil Scientific Mobility Program” na University of Kentucky. Foi professor voluntário de Saúde Bucal dos cursos de extensão da Faculdade FACIMA para a Terceira Idade, estagiário do Ministério da Saúde no PET-Saúde, presidente e fundador da Liga de Prótese Dentária, três vezes monitor de Prótese Dentária na Clínica Integrada da UFAL, membro da comissão de tecnologia da informação e comunicação do CRO/AL e Presidente do Centro Acadêmico de Odontologia CAO-UFAL. Se aperfeiçoou em Cirurgia buco dentária, em Odontologia Estética, e atualmente está se aperfeiçoando em Endodontia e Dentística pelo Instituto Odontológico do Nordeste – IDENT. Venceu três prêmios como melhor Blog de Saúde, Cultura e Educação. É autor-responsável pelo Blog Profissão Dentista, Digital Influencer e Webmaster com experiência em Mídias Sociais e Marketing Digital na Odontologia.

Veja Também!

Festa de 07 anos do PROFISSÃO DENTISTA

Como o tempo passou rápido, não foi? Sem perceber, o Blog Profissão Dentista completou 07 ...