Início / Biossegurança / Isolamento Absoluto: Vantagens, Limitações, Materiais, Etapas e Dicas

Isolamento Absoluto: Vantagens, Limitações, Materiais, Etapas e Dicas

Muitos dos materiais dentários utilizados por cirurgiões-dentistas requerem um campo operatório limpo e  livre de umidade. Portanto, para realizarmos restaurações com excelente desempenho, qualidade e durabilidade, devemos realizar o Isolamento Absoluto.

VANTAGENS DO ISOLAMENTO ABSOLUTO

  • Mantém o campo totalmente seco e sem contaminação;
  • Protege os tecidos moles;
  • Facilita o acesso à região que será operada;
  • Melhora a visibilidade do campo operatório;
  • Produz as condições adequadas para a inserção e condensação dos materiais restauradores e forradores que necessitam de uma ambiente limpo e livre de umidade;
  • Protege o paciente contra a deglutição ou aspiração de instrumentos, restos de materiais, etc;
  • Protege o paciente de contaminações cruzadas;
  • Aumenta a produtividade, possibilitando o planejamento restaurador por quadrantes;
  • Contribui para que o procedimentos restauradores sejam realizados com maior facilidade e rapidez.

LIMITAÇÕES DO ISOLAMENTO ABSOLUTO

  • Dentes recém-erupcionados (pois dificultam a colocação do grampo). Obs: Existem grampos de retração gengival para casos assim.
  • Pacientes com asma ou problemas respiratórios;
  • Pacientes com problemas psicológicos;
  • Alguns terceiros molares;
  • Tempo de colocação (depende da habilidade profissional)

PRINCIPAIS MATERIAIS UTILIZADOS NO ISOLAMENTO ABSOLUTO

  • Lençol ou Dique de borracha
  • Lubrificante hidrosolúvel
  • Perfurador (Ainsworth): Possui 5 orifícios perfurantes. 1-Dentes anteriores inferiores, 2-dentes anteriores superiores, 3-caninos e pré-molares, 4-Molares, 5-Molares com coroas clínicas grandes.

ISOLAMENTO ABSOLUTO

  • Arco. Metálico Young (Em forma de U, utilizado em dentística), Plástico Ostby (Em forma de O, utilizado em endodontia)
  • Grampos. Estabilizam o isolamento absoluto. Se diferem dependendo da coroa clínica. Podem ser com Asa ou sem Asa (A asa serve para segurar o lençol de borracha).
  • Pinça Palmet porta grampo
  • Caneta de retroprojetor (ponta grossa)
  • Fio Dental
  • Protetor Labial (ou vaselina)

MATERIAL BASICO ISOLAMENTO ABSOLUTO

REGRA GERAL PARA A COLOCAÇÃO DO ISOLAMENTO ABSOLUTO

Dentes Anteriores: Devemos isolar a extensão que vai de pré-molar de um lado até o pré-molar do lado oposto.
Dentes Posteriores: Sempre que possível, isolar dois dentes a distal do dente a ser tratado e todos os dentes a mesial até canino do lado oposto.

ETAPAS DO ISOLAMENTO ABSOLUTO

  1. Marcar (com uma caneta de retroprojetor) no lençol de borracha os dentes que serão isolados
  2. Usar o perfurador para perfurar o lençol nas marcações feitas com a caneta de retroprojetor
  3. Após a perfuração devemos lubrificar os orifícios com lubrificante hidrosolúvel
  4. Provar os grampos escolhidos, antes de colocar o lençol de borracha. Tome cuidado com o tecido gengival.
  5. Verificar os ponto de contato e regularizar as cristas marginais, se certificando que o lençol de borracha passará pelo ponto de contato sem rasgar;
  6. Fazer limpeza e polimento coronário;
  7. Proteger os lábios do paciente com protetor labial
  8. Colocação do Dique de Borracha (Lençol), Grampo e Arco. Existem várias técnicas e essas dependem do tipo de grampo (com asa ou sem asa) e da habilidade do cirurgião-dentista. Grampos com Asa: Coloca-se de uma vez o arco+Lençol+grampo ou Arco+Lençol e depois o grampo. Grampos sem Asa: Coloca-se primeiro o grampo no dente, para depois vestir o lençol e o arco, ou posicionar o lençol e o arco para depois estabilizar o grampo. Certifique-se que os grampos estão estabilizados.
  9. Com a ajuda do fio dental, passe o lençol de borracha por todos os espaços interproximais de todos os dentes a serem isolados.
  10. Faça amarrilhos com fio dental entre os dentes isolados para estabilizar o lençol de borracha e impedir a drenagem de saliva;
  11. Remoção do Isolamento Absoluto. Após a restauração concluída, remova todos os resíduos que estão no isolamento, remova os amarrilhos de fio dental, e com cuidado remova o grampo, lençol de borracha e arco.

Veja abaixo alguns vídeos mostrando Passo a Passo a colocação do Isolamento Absoluto: 

NÃO DEIXE DE VER!

DICAS IMPORTANTES DO PROFESSOR E DR. RONALDO HIRATA

Fonte de Pesquisa: ASB E TSB – Formação e Prática da Equipe Auxiliar.

COMPARTILHE ESTE ARTIGO:

Comente Aqui!

Comentário(s)

Sobre Dr. Daniel Moreira de Bulhões

Cirurgião-Dentista graduado em Odontologia pela Universidade Federal de Alagoas- UFAL, Cursou parte de sua graduação nos Estados Unidos durante o "Brazil Scientific Mobility Program" na University of Kentucky. Pós-graduando em Prótese Dentária e Implante Dentário pela Faculdade de Sete Lagoas de Minas Gerais. Empresário, Diretor clínico da "Evolution Dental Clinic" e sócio-proprietário da MOLART (www.molart.com.br), loja de presentes exclusivos e criativos para dentistas. Foi professor voluntário de Saúde Bucal dos cursos de extensão da Faculdade FACIMA para a Terceira Idade, estagiário do Ministério da Saúde no PET-Saúde, presidente e fundador da Liga de Prótese Dentária, três vezes monitor de Prótese Dentária na Clínica Integrada da UFAL, membro da comissão de tecnologia da informação e comunicação do CRO/AL e Presidente do Centro Acadêmico de Odontologia CAO-UFAL. Se aperfeiçoou em Facetas e Laminados cerâmicos, Toxina Botulínica e Preenchimento Facial, Cirurgia buco dentária, Radiologia, Odontologia Estética, Endodontia e Dentística pelo Instituto Odontológico do Nordeste. Venceu três prêmios como melhor Blog de Saúde, Cultura e Educação. É autor-responsável pelo Blog Profissão Dentista, Digital Influencer e Webmaster com experiência em Mídias Sociais e Marketing Digital na Odontologia, onde palestra e dá cursos sobre o assunto.

Veja Também!

Preparo Químico e Mecânico em Endodontia

Preparo Biomecânico INSTRUMENTAÇÃO DE CANAIS Consiste basicamente em limpeza e modelagem dando uma forma ao ...