Início / Curiosidades / Você sabe porquê a luz do fotopolimerizador é azul?

Você sabe porquê a luz do fotopolimerizador é azul?

TEORIA DAS CORES

A sensação visual de cores provocada nos seres humanos está relacionada ao comprimento de onda da radiação, sendo que o maior comprimento de onda provoca a sensação de vermelho, e o menor, violeta.

Cada luz colorida possui uma velocidade de propagação diferente em meios materiais. Sabemos que a luz branca é na verdade a superposição das infinitas cores do espectro visível, e cada cor será refratada sob determinado ângulo. Isso fica evidente quando um raio de luz branca atravessa um prisma de vidro, por exemplo.

image

 

COR E COMPRIMENTO DE ONDA

A tabela a seguir mostra, aproximadamente, os comprimentos de onda relacionados às principais cores do espectro visível.

Veja o comprimento de onda da luz azul!

image

AÇÃO DO COMPRIMENTO DE ONDA DA LUZ AZUL NA POLIMERIZAÇÃO DAS RESINAS COMPOSTAS

Uma resina é fotopolimerizável por luz azul visível, com um comprimento de onda que variava entre 400 nm e 520 nm, com média de 470 nm. Geralmente os aparelhos fotopolimerizadores atuais operam dentro de uma faixa de 400 a 500nm, faixa de luz necessária pra a ativação da canforoquinona (fotoiniciador de polimerização), que é referente ao espectro de luz emitida, porém com valores de densidade de potência variando desde 300 a 1000nW/cmimage

As lâmpadas utilizadas no sistema de luz visível são geralmente lâmpadas do tipo halógena e caracterizam-se como de cor azul, quando o feixe de luz passa por filtros ópticos localizados entre a lâmpada e o cabo de fibras ópticas ou haste transmissora de luz dos fotopolimerizadores. Esse mecanismo elimina a luz com comprimento de onda inferior a 400 nm, que contribui muito pouco para o processo de polimerização das resinas, além de ser prejudicial aos tecidos e aos olhos, assim como elimina também a luz com comprimento de onda acima de 550 nm, que, além de pouco contribuir para o processo de polimerização das resinas ainda gera muito calor, podendo afetar a integridade do órgão pulpar e dos tecidos circunvizinhos.

COMPARTILHE ESTE ARTIGO:

Comente Aqui!

Comentário(s)

Sobre Dr. Daniel Moreira de Bulhões

Cirurgião-Dentista graduado em Odontologia pela Universidade Federal de Alagoas- UFAL, Cursou parte de sua graduação nos Estados Unidos durante o "Brazil Scientific Mobility Program" na University of Kentucky. Pós-graduando em Prótese Dentária e Implante Dentário pela Faculdade de Sete Lagoas de Minas Gerais. Empresário, Diretor clínico da "Evolution Dental Clinic" e sócio-proprietário da MOLART (www.molart.com.br), loja de presentes exclusivos e criativos para dentistas. Foi professor voluntário de Saúde Bucal dos cursos de extensão da Faculdade FACIMA para a Terceira Idade, estagiário do Ministério da Saúde no PET-Saúde, presidente e fundador da Liga de Prótese Dentária, três vezes monitor de Prótese Dentária na Clínica Integrada da UFAL, membro da comissão de tecnologia da informação e comunicação do CRO/AL e Presidente do Centro Acadêmico de Odontologia CAO-UFAL. Se aperfeiçoou em Facetas e Laminados cerâmicos, Toxina Botulínica e Preenchimento Facial, Cirurgia buco dentária, Radiologia, Odontologia Estética, Endodontia e Dentística pelo Instituto Odontológico do Nordeste. Venceu três prêmios como melhor Blog de Saúde, Cultura e Educação. É autor-responsável pelo Blog Profissão Dentista, Digital Influencer e Webmaster com experiência em Mídias Sociais e Marketing Digital na Odontologia, onde palestra e dá cursos sobre o assunto.

Veja Também!

Preparo Químico e Mecânico em Endodontia

Preparo Biomecânico INSTRUMENTAÇÃO DE CANAIS Consiste basicamente em limpeza e modelagem dando uma forma ao ...